11 maio, 2013

ESPECIAL CONCEPT 3 ANOS COM OS DJ´S FELIPE GARCIA E DIEGO GUZZ. ESTREIA DO NOVO QUADRO CULTURE CONCEPT


A Concept Live vai matar saudades de uma galera muito especial neste sábado. Os convidados da Concept Live de hoje, fazem parte da historia da radio. 
Em comemoração aos 3 anos da Concept Live, vamos receber Felipe Garcia e Diego Guzz.






Aproveitando a data comemorativa de 3 anos, vamos estrear um novo quadro, Culture Concept. Uma vez por mês, vamos falar sobre uma vertente da musica eletrônica, e suas origens e características. 
Para abrir o quadro, vamos falar de Disco Music!
Fiquem ligados galera, neste sábado a partir das 15:00 hs, temos Concept Live com novidades, enquanto não chega, vamos ler um pouco sobre Disco Music!


Por Roger Strauss
Qual a definição de musica eletrônica? Sabemos?

A musica eletrônica como conhecemos hoje não é nem sombra da musica eletrônica nos primórdios. A definição mais concreta de musica eletrônica diz que é toda musica que é criada ou modificada a partir de instrumentos ou equipamentos eletrônicos.

O inicio
Há quem diga que a musica eletrônica era somente musica erudita, que por experimentos foi modificada eletronicamente. No inicio foi relutada por desenvolver-se mais tecnologicamente do que esteticamente. E só passou a ser conhecida e ter tradição após a segunda guerra mundial, com o trabalho de Franceses com a musica Concreta e dos Alemães com a Elektronische Musik (que deu origem ao nome e termo Musica Eletrônica).

A cada programa falaremos um pouco dos estilos que deram origem à musica eletrônica, e suas vertentes que perduram até hoje.

Disco Music

A musica disco (Disco Music em inglês, Discotheque em Frances) foi criada em meados da década de 70, criado e difundido por Negros, latinos, homossexuais e adeptos da cultura psicodélica, que eram contra a dominância do rock e desvalorização da musica dançante.
É o primeiro ritmo bem aceito em discotecas (leia-se casas de dança) e na sequencia foi aceito nos clubes.

Nos anos 70 os mais famosos artistas de disco eram Donna Summer, Bee Gees, KC and the Sunshine Band, ABBA, Chic e The Jacksons. Summer se tornaria a primeira artista de disco popular, recebendo o título de "Rainha do Disco", e também desempenhou um papel pioneiro no som da musica eletrônica, que mais tarde tornou-se uma parte da disco. Embora os artistas tenham acumulado a maior parte da atenção pública, os produtores por trás da cena tiveram um papel importante na música disco, já que muitas vezes escreviam canções e criavam sons inovadores. O filme Saturday Night Fever contribuiu para o aumento da popularidade da disco music.
Durante o início da década de 1980, a disco music começou a sofrer preconceito nos Estados Unidos que criticavam as danças, e os amantes do estilo que eram minorias na sociedade como negros, mulheres e homossexuais. A música disco da década foi apelidada de Pós-Disco, e o rock votou a dominar as paradas estado-unidenses. Apesar da queda da popularidade nos Estados Unidos, a disco music continuou a fazer sucesso no mundo todo durante toda a década de 1980 até evoluir para os derivados de música dance/eletrônica populares nas décadas seguintes.
Principais ícones da Disco Music estrangeira
Donna Summer, Village People, Chic, KC & The Sunshine Band, Charo & The Salsoul Orchestra, Gloria Gaynor, Earth Wind & Fire, Sister Sledge, La Bionda, Sylvester, Kool & The Gang, Commodores, Andrea True Connection, McFadden & Whitehead, BB & Q Band (as iniciais vieram de Bronx, Brooklyn & Queens, bairros negros de Nova York), A Taste Of Honey, Michael Zager Band, Ashford & Simpson, Jacksons, Bee Gees, Abba

No Brasil
A disco music foi difundida a partir da novela da Rede Globo, Dancin Days, estrelada por Sônia Braga. A Rádio Cidade também foi pioneira na divulgação maciça e sistematizada do gênero, criando o programa Cidade Disco Club para tal função. As Frenéticas foram o primeiro grupo a adotar esse gênero, enquanto intérpretes como Rita Lee, Guilherme Arantes, Belchior, Gilberto Gil e Caetano Veloso. O popularesco brega veio com a rebolativa Gretchen, cantora cuja imagem erótica foi trabalhada pelo DJ Mister Sam, e com os grupos concorrentes Harmony Cats e a Patotinha.


 Para que entendam melhor, segue algumas músicas para ilustrar:

Andy Gibb – Shadow Dancer (1978)

Chic – Le Freak (1978)

The O´Jays – I Love Music (1975)

Donna Summer – I Feel Love (1977)

KC and the Sunshine Band – Shake Shake Shake (1976)




Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E aí, curtiu? Então deixe seu comentário ou sugestão aqui pra gente!